Como fazer Print Screen em um Mac Rodando Windows

abril 23, 2015

Bom, eu uso um MacBook e possuo uma partição com Windows. Calma, não me apedrejem! Eu preciso do Windows, pois desenvolvo com o Visual Studio e gosto do Mac para as demais tarefas. Melhor ($$$) que ter dois notebooks, é usar um com os dois sistemas, não é?

Bem, deixando essa conversa de lado, a dica é bem simples e se você também tem um Mac rodando Windows, pode ser bem útil. Para fazer print screen da tela, no Windows, utilize as seguintes combinação de teclas:

SHIFT + FN + F11

Pronto, agora é só colar onde você quiser!

Espero ter ajudado! Até a próxima!

Anúncios

MacBook: Como remover ou instalar memória (MacBook brancos ou pretos)

outubro 14, 2009

Computadores MacBook brancos ou pretos

O computador MacBook tem dois slots de memória que podem ser acessados ao remover a porta da memória no compartimento da bateria. O MacBook vem com pelo menos 512 MB (256 MB em cada slot) de memória SDRAM (Synchronous Dynamic Random-Access Memory) DDR2 (Double Data Rate) de 667 MHz.

Os dois slots de memória podem aceitar um módulo SDRAM que atenda às seguintes especificações:

  • Formato DDR SO-DIMM (Double Data Rate Small Outline Dual Inline Memory Module)
  • 30 mm
  • 256 MB, 512 MB, 1 gigabyte (GB), ou 2 gigabytes (GB)
  • 200 pinos
  • RAM tipo DDR2 PC2-5300 de 667 MHz ou RAM tipo DDR2 PC2-6400 de 800 MHz

Dependendo da configuração do MacBook, é possível que os dois slots de memória já estejam cheios.

Consulte esta tabela para saber a quantidade máxima de memória e a velocidade de memória recomendada para esses computadores portáteis:

Quantidade máxima de memória e velocidade de memória recomendada reconhecidas por esses computadores
2 GB RAM tipo PC2-5300 DDR2 de 667 MHz MacBook (Meados de 2007)
MacBook (Final de 2006)
MacBook (13 polegadas)
4 GB RAM tipo PC2-5300 DDR2 de 667 MHz MacBook (Início de 2009)
MacBook (Final de 2008)
MacBook (Início de 2008)
MacBook (Final de 2007)
4 GB RAM tipo PC2-6400 DDR2 de 800 MHz MacBook (Meados de 2009)

Nota: Para obter melhor desempenho, ocupe os dois slots de memória, instalando módulos de memória iguais em cada um deles.

Instalação da memória

Etapa 1: Antes de começar

  1. Desligue o MacBook. Desconecte o adaptador de alimentação, o cabo Ethernet e todos os outros cabos conectados ao MacBook para evitar danos ao computador.
  2. Vire o computador ao contrário.
  3. Consulte e siga MacBook: Como remover ou instalar a bateria.

Etapa 2: Instalando a nova memória

  1. Usando uma chave Phillips 00, retire os três parafusos fixos que prendem o suporte em L.
  2. Puxe primeiro a extremidade longa do suporte para removê-lo do compartimento de bateria do computador. (As alavancas no slot da memória se abrem quando você remove o suporte.)
  3. Toque em uma superfície de metal dentro do computador para descarregar a eletricidade estática de seu corpo.
  4. Caso precise remover um cartão de memória, siga essas instruções: Com apenas um movimento use o polegar ou o dedo indicador para mover a alavanca para a esquerda e solte-a. Esse movimento ejetará o cartão de memória e a alavanca retornará para a posição inicial. Retire os módulos da memória.
    Nota: Caso ocorra algum destes problemas, consulte o técnico de uma Centro de Serviço Autorizado Apple para concluir a instalação do cartão de memória:

    • A alavanca oscila de um lado para outro,
    • A alavanca não oferece resistência,
    • A alavanca emperra,
    • A alavanca não retorna à posição inicial.
  5. Insira os novos módulos de memória nos slots.
    1. Insira primeiro a extremidade dourada, com o encaixe no lado esquerdo.
    2. Use dois dedos para exercer uma pressão equilibrada e empurrar os módulos de memória.
    3. Caso as alavancas não retornem à posição de fechamento, mova-as para a direita para fechá-las.

      Nota:
      Talvez seja necessário usar mais força para garantir que a memória está encaixada corretamente. Caso a memória não seja encaixada corretamente, o resultado pode ser uma situação com “ausência de energia”, ou a memória pode não estar sendo reconhecida pelo computador.
  6. Reinstale o suporte em L, inserindo primeiro a extremidade mais curta e apertando os parafusos.

Fonte: Apple.com.br


Experiência do usuário num MAC e falta dela num PC

maio 28, 2009

mininotehp

Outro dia minha sogra comprou um lindo HP mini-note e pediu para que eu configurasse a rede sem fio, para que ela pudesse acessar a internet em casa. Foi aí que começou o problema. Na prática, muitas pessoas não sabem a senha da sua rede sem fio, pelo fato de ter sido instalada por um técnico que não fez seu trabalho direito ou quis ganhar algum dinheiro com a visita de retorno para consertar um “problema” da rede. Só que o problema não era este. Ela sabia a senha da rede e mesmo assim não foi capaz de configurá-la. Detalhe: eu já era a terceira pessoa (fora o departamento de TI da escola dela) a tentar acertar o problema.

Comecemos pelo início. Porque diabos um notebook novo vem com windows XP service pack 2? Ok, o Vista foi pessimamente recebido e estão querendo voltar com o XP, mas, porque não incluem o XP já com o service pack 3? É simplesmente tenebroso ter de arrumar uma conexão à internet para baixar atualização do windows para conseguir configurar a internet… é como a história do ovo e da galinha. Por sorte, o filho dela tem um daqueles modens 3G e pudemos baixar a atualização.

Como se já não bastasse esse inconveniente, após a atualização, o computador passou a encontrar, mas não conseguia conectar à internet. Relatório do Windows: tudo está funcionando perfeitamente. Relatório do Internet Explorer: problema na conexão. Contate o administrador de rede. Meu relatório: compre um mac e seja feliz (usei pouco o linux, então não posso recomedá-lo, mas vale a pena dar uma olhada, as últimas interfaces aparentam ser muito boas). Tudo tornou o lindo HP mini-note num odiável computador pequeno com teclado espremido, adaptador de energia gigante e desemgonçado, luzes sem propósito e por aí vai…

Por quê? Lembro bem o dia que liguei meu mac pela primeira vez. Foi fácil e rápido de configurar. Bastou informar idioma, localização geográfica, nome e outras informações básicas. Depois, ele já reconheceu a rede da minha casa e pediu a senha. Informei e estava navegando na internet… ah! antes disso, teve um videozinho de boas-vindas, muito empolgante. E eu vivo carregando o note pra cima e pra baixo, conectando em diversas redes diferentes, sem problema algum. Até o meu celular conecta nas redes com mais facilidade do que o windows.

Lendo o livro do Steve Jobs, fiquei impressionado com a capacidade dele de projetar experiências. E é isso mesmo. A Apple pensa nos detalhes de toda a experiência do usuário. No windows, a sensação é de que você tem que chamar um técnico pra acertar o computador, antes de começar a usar (e rezar para que ele consiga). Depois, começa a usá-lo como uma ferramenta de produção (às vezes prático, mas quase sempre sem graça) e de repente, tem de chamar o técnico novamente porque algo deu errado. É triste… mas é a verdade… vejo meu irmão usando o note dele… começou com o vista, fez downgrade para o XP e hoje em dia vive reclamando que a rede parou, o bluetooth dá pau, a impressora parou de imprimir…

O windows só se esqueceu de uma coisa: nós, os usuários.

Fonte:  http://uxp.com.br/post/164


Apple solta pacotão antibug para Mac OS X

maio 14, 2009

10-white-macbook

SÃO PAULO – A Apple liberou um megapacote de correções para atacar 67 bugs de segurança no Mac OS X e no browser Safari.

Com o pacote, o Mac OS X é atualizado para a versão 10.5.7. As falhas corrigidas afetam mais de 30 componentes do sistema, com destaque para três bugs no browser Safari. Há ainda um problema no componente iChat, além de vários no Adobe Flash Player.

A lista completa das correções, assim como os endereços para download, encontram-se no centro de suporte da Apple.  Se o Mac OS está configurado para download automático, as atualizações são instaladas silenciosamente.

Fonte: Info


Calendário de Feriados Brasileiros – iCal

maio 12, 2009

brazilianholidaycalendar2009_20081113113329

Apple disponibiliza calendário de feriados brasileiros para iCal.

Link: http://www.apple.com/downloads/macosx/calendars/brazilianholidaycalendar2009.html


Universidade exige que alunos tenham iPhone

maio 11, 2009

iphone

SÃO PAULO – Ter boas notas, um currículo impecável… Ah!, e um iPhone também – se a grana estiver curta, um iPod touch quebra o galho. Os aparelhos passaram a ser pré-requisito para quem quer ingressar na escola de jornalismo da Universidade do Missouri.

De acordo com a universidade, o objetivo é garantir que os alunos possam armazenar palestras disponibilizadas em uma seção especial da iTunes Store para estudar nas horas vagas.

Um porta-voz da escola disse à FoxNews que na verdade qualquer tocador de MP3 player pode ser usado, mas que os aparelhos da Apple entraram para a lista oficial de materiais para beneficiar os estudantes com bolsa.

Como o aparelho é um item obrigatório, seu preço, que é de no mínimo US$ 200, pode ser reembolsado ao aluno como parte das despesas acadêmicas – mesmo que ele opte por um aparelho mais em conta.

A exigência não deve ser problema para os alunos da escola de jornalismo Universidade do Missouri, já que 99,5% deles têm Macs.

Brian S. Brooks, reitor associado da universidade, disse que outras 50 escolas espalhadas pelo país fazem a mesma exigência.

Fonte: InfoExame


Apple prepara notebooks mais baratos

maio 4, 2009

Por The Industry Standard/EUA
Publicada em 04 de maio de 2009 às 09h45

Por causa da crise econômica e do aumento da demanda por netbooks, cujas vendas cresceram sete vezes no primeiro trimestre deste ano, a Apple pode estar preparando uma nova linha de notebooks mais barata. É o que indica o site AppleInsider, especializado em notícias sobre a companhia da maçã.

Segundo o site, “nos próximos meses, os consumidores podem esperar por versões mais acessíveis dos MacBooks de 13 polegadas e do iMac”. As informações foram passadas por “pessoas que se provaram bastante confiáveis ao prever o futuro da Apple”, segundo o AppleInsider.

Atualmente, o MacBook – que tem uma versão de policarbonato, mais barata, à venda por 999 dólares e outra, de alumínio, cujo preço começa em 1299 dólares – é o computador mais vendido da empresa em termos de volume. Já o iMac é o desktop mais popular da companhia.

Paul Boutin, editor da The Industry Standard, em São Francisco
Fonte: IDG NOW!