Oracle compra Sun por US$ 7,4 bilhões

Rogil – Após negociação com IBM, Sun é comprada pela Oracle em negócio que pagará US$ 9,5 por ação.

A Oracle comprou a desenvolvedora do Java e fabricante de servidores para empresas Sun Microsystems por 7,4 bilhões de dólares, impulsionando a desenvolvedora de softwares corporativos no setor de hardware.

A Oracle, que está no mercado de banco de dados e de aplicações comerciais (conhecidas pela sigla ERP), pagará 9,5 dólares por ação em dinheiro para a Sun, de acordo com a Oracle, aumento de 42% em relação ao preço do seu fechamento na sexta-feira (17/04).

Excluindo tanto dívidas como o caixa acumulado pela Sun, a aquisição custará à Oracle 5,6 bilhões de dólares.

A aquisição da Sun segue outras compras feitas pela Oracle no setor de tecnologia nos últimos anos, como Siebel, PeopleSoft e BEA Systems.

O acordo é anunciado após a Sun ter se afastado de uma negociação com a IBM há algumas semanas.

Ainda que houvesse boatos sobre uma possível aquisição por parte da Oracle, a empresa nunca tinha tido uma participação nos setores de sistema operacional para servidores ou hardware.

A Oracle afirmou que o acordo com a Sun deve trazer mais receita à companhia no primeiro ano após a compra do que as aquisições da BEA Systems, PeopleSoft e Siebel juntas.

A Sun deverá contribuir com 1,5 bilhão de dólares ao lucro operacional da Oracle no primeiro ano após a fusão, número que deverá ultrapassar a marca dos 2 bilhões de dólares no segundo ano, anunciou a Oracle.
O fundador e CEO da Oracle, Larry Ellison, afirmou em conferência que o Java e o Solaris são os dois principais motivos pelos quais a Oracle comprou na Sun, aquisição que segue a movimentação da Oracle em comprar companhias com “produtos líder de mercado”.

Classificando o Java como “o bem mais importante em software que já adquirimos”, o executivo afirmou que o negócio de middleware Fusion, baseado em Java, envolveu também a aquisição da BEA Systems e está no caminho para se tornar tão grande como sua divisão de banco de dados.

A Oracle também considera o Solaris “de longe, a melhor tecnologia Linux disponível no mercado”, razão pela qual bancos de dados da Oracle rodam no sistema mais que em qualquer outro, afirmou ele.

Os clientes corporativos da Oracle que usam ambos os produtos poderão experimentar novos benefícios pela integração técnica dos produtos.

“Conseguirmos integrar o banco de dados da Oracle a algumas das funções únicas do Solaris, fazendo com que ambos trabalhem junto e entregar, pela primeira vez, sistemas integrados – do banco de dados ao disco – otimizados para alto desempenho, estabilidade e segurança melhoradas, melhor gerenciamento e custos menores”, afirmou Ellison.

O presidente do conselho da Sun, Scott McNealy, que dividiu apresentações com Ellison em diversas ocasiões pela proximidade anterior de ambas as empresas, afirmou que os interesses comuns que Sun e Oracle dividem tornarão a fusão uma simbiose para clientes.

Mesmo soando otimista, no entanto, o acordo é uma derrota pessoal para McNealy. Por anos, ele e Ellison lideraram suas empresas como duas figuras com posturas excêntricas, endereçando críticas conjuntas à Microsoft e brigando entre si em algumas ocasiões.

Ellison afirmou que a Oracle tende a integrar companhias compradas muito rapidamente em sua organização existente, e fará o mesmo com a Sun assim que o acordo for finalizado. A compra está sujeita a aprovações regulatórias e de acionistas.

Por IDG News Service/EUA
Publicada em 20 de abril de 2009 às 09h41
Atualizada em 20 de abril de 2009 às 18h28

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: